21 fevereiro 2006

As caricaturas da Polémica!


Estes são alguns dos famosos cartoons que já muitos ouviram falar, mas poucos viram. Tudo começou com a sua publicação no jornal dinamarquês «Jyllands-Posten» em Setembro de 2005, posteriormente, por solidariedade, foram publicados pelo jornal norueguês «Magazinet», entretanto os ditos cartoons foram publicados e republicados em assumido gesto de afirmação à liberdade de expressão, por um já largo conjunto de jornais europeus. Eu, particularmente, acho isto tudo uma grande tempestade num copo de água, criada pelos meios de comunicação social que lhes dão demasiada importância e pelos fundamentalistas islâmicos que nos tentam impor a nós as regras (se é que elas existem nos seus paises) que eles acham ser correctas. Lembram-se da caricatura do Papa, em que um "cartoonista" português lhe coloca um preservativo no nariz?! Pois bem, para quem não se lembra também a divulgo. Já agora, lembram-se de alguns tumultos, rebeliões ou fanatismo ocasionados por essa publicação? Pois...! E depois não querem ser apelidados de fundamentalistas e fanáticos. ViVa a liberdade europeia! É nestas alturas que tenho orgulho em ser português. Deixo-vos também outros cartoons que encontrei na net sobre cristo, são tantos que nem nos lembramos deles, pois entre islamismo e catolicismo/cristianismo há um grande caminho (rima e é verdade, ainda vira ditado).










4 comentários:

zé da horta disse...

GIRO GIRO era fazer umas caricaturas sobre as personalidades pedroguenses. lanço o desafio, isso é que ia ser engraçado! já começo a imaginar algumas ideias!

dn disse...

Este tema é dveras actual e deveras absurdo. è obvio que estamos em presença de um fundamentalismo "bacoco" baseado numa ignorância doentia.
Lembram-se do 11 de Setembro? Lembram-se das manifestações de regozijo, que as televisões mostravam até à saciedade, por esta turba ululante de fanáticos?
tenho pena que a Europa, leia-se UE; ande por estes países "de cócoras" a pedir desculpa não sei porquê. Será que não é muito pior andar por aí a assassinar pessoas eu nome de um qualquer Deus?
Minha proposta: vamos juntar esses tipos todos nos seus países e acabar com qualquer relação com eles. É claro que isto não é possível, ainda por cima num Mundo globalizado. Mas é possível não nos curvar-mos perante estas idiotices destes fanáticos ignorantes. è claro que eu penso que a liberdade de cada um termina quando colide com a do outro, no entanto não é este o caso, nem pouco mais ou menos.
Já agora, e para terminar, penso que o nosso MNE também não ficou nada bem na fotografia.

zé da horta disse...

DN, julgo que te esqueceste só de explicitar um ponto no teu comentário! Falas em interesses e mundo globalizado, e esqueceste-te do petróleo! Maomé deve existir mesmo ou então pq é que os países muçulmanos representam uma grande cota da produção mundial de petróleo?! Talvez devêssemos rezar a Maomé e ainda começava a jorrar petróleo nos nossos quintais! Quase que me apetece lançar uma questão para o ar, porque será que o petróleo é tão poluente? Cá para mim também tem mão de Maomé, destruir o ocidente através da poluição. Bem, isto já são desvairos meus.

dn disse...

Zé da horta, o teu comentário, feito em tom de brincadeira, não deixa de ser pertinente. Claro que eu tb penso, embora não o tenha referido, que o "ouro negro" tem muita influência em tudo isto. No entanto penso que a ignorância tb é muito importante, não esqueças, se me é permitido este tratamento mais familiar, que é mais fácil enganar uma população ignorante e fanática do que uma população instruída e que pensa por si. Abraço