05 março 2007

Figueiró dos Vinhos terá Projecto de Mobilidade Sustentável

Figueiró dos Vinhos é um dos 40 municípios seleccionados para participar no Projecto Mobilidade Sustentável, este programa está a ser elaborado segundo os desígnios de três Ministérios (Ambiente, Cidades e Transportes).
Das 124 candidaturas apresentadas somente 40 foram aprovadas, sendo o Município de Figueiró dos Vinhos um dos distinguidos.
O projecto tem como propósito o condicionamento e o uso de transportes particulares e a defesa de formas de mobilidade sustentável, com menos impacto no ambiente e melhor qualidade de vida.
Na conferência de imprensa dada pelo Secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, aquando da apresentação pública do projecto, foram destacadas algumas medidas que poderão ser tomadas ao abrigo deste projecto, como, por exemplo, a implementação de portagens para acesso a determinados locais das cidades, a limitarem a circulação consoante o número de passageiros de cada carro (incentivado a partilha de viaturas) e, no futuro, consoante o tipo de combustível.
Em Figueiró dos Vinhos não fará muito sentido falar de limitação de circulação automóvel particular, dado o fraco trânsito existente, assim este projecto poderá ajudar o concelho na resolução de outros problemas, como o transporte de pessoas isoladas ou com deficiência, o planeamento de uma rede de transportes não poluente que chegue às zonas rurais mais afastadas, para além de formas inovadoras e sem impactos ambientais que facilitem a integração de pessoas com deficiência.

O projecto
A sua elaboração será feita em conjunto com instituições de Ensino Superior próximas dos concelhos em estudo, terá um orçamento de 400mil euros (na fase projecto) comparticipados a 80% pelo FEDER e contará com a elaboração de três relatórios para cada um dos municípios envolvidos: um relatório de diagnóstico (a realizar no prazo de quatro meses), outro de objectivos (três meses) e um relatório final de propostas (quatro meses).

3 comentários:

tótó disse...

realmente pedrogao esta um passo a frente do resto do pais, esta tudo tao bem q nao precisamos de nada destas tretas. ta na hora de mudar o nome a terra, em vez de pedrogao grande, talvez paraiso grande. magnifico, ou ta tudo bem ou ta tudo cego!

Anónimo disse...

e de quem é a culpa?

Simao Francisco disse...

a culpa é nossa sem duvida...
pelo simples facto de não sermos pessoas respnsaveis, e de não dignificarmos o patrimonio que os nosso pais nos deixaram, e que o receberam de muitas outras gerações...
sem duvida a culpa é nossa!!!

Abraço

Simão Francisco