17 julho 2006

Israel & Líbano - guerra sem fim à vista

A escalada de violência parece ser uma constante no médio oriente. Israel & Líbano atacam-se mutuamente. O primeiro exige a libertação imediata de 2 soldados para que possa ser possível fazer uma trégua, do lado do Líbano são os fundamentalistas do Hezbollah que exigem a libertação de prisioneiros por parte de Israel como moeda de troca.
Como nenhum dos lados cede, a guerra continua e os prejudicados são os mesmos de sempre. As baixas de civis começam a ser exponenciais.
Estados Unidos têm um papel fundamental na pacificação deste conflito, pois só eles têm a retórica suficiente para conseguir convencer os Israelitas do fim da escalada de violência.
Fim à guerra, JÁ!
Se 1 imagem vale 1000 palavras, o que dizer de 15?!








2 comentários:

limpysweet disse...

A guerra começa a ficar sangrenta, e os estados unidos parece que só apelam à contenção de israel. Quando há interesses petroliferos e militares é isto que acontece, os americanos não pensam nos seres humanos. A união europeia faz o que lhe compete, mas por não dispormos de uma força conjunta e de uma politica externa consisa, não somos levados a sério.
Espero que esta guerra não se alastre com tomadas de posição inconsequentes do irão e da síria, e cosequente resposta de israel. Já se viu que neste jogo o libano é o elo mais fraco. Só são defendidos por uns fundamentalistas que conseguem guarita neste país. E que são armados por paises como siria e irão.

Anónimo disse...

Esta guerra não tem cabimento. É sempre o civil a pagar a factura dos caprichos dos terroristas e dos militares fundamentalistas.